Santamarense Juliana Salles é prata no Sul Americano Pré-junior; veja o balanço completo

Após a conquista de oito medalhas de por equipes, o Brasil subiu ao pódio individual em todas as categorias do Sul Americano da Juventude – FEI Southamerican Championship faturando mais oito 8 medalhas. Felipe Ferreira, ouro na categoria Pré-mirim, Maithe Marino, Maria Luiza Martha Vieira e Henrique Maranhão, ouro, prata e bronze na Mirim, e ouro e bronze Junior, respectivamente, de Pedro Backheuser e Thales Marino, ouro e prata na categoria Pré-junior com Sarah Pimenta da Costa e a amazona santamarense Juliana Salles Almeida.

Juliana e seu Bien Estelle: vice-campeã sul-americana Pré-junior

Acompanharam a delegação do Brasil Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) no ciclo olímpico 2017 a 2020, Caio Sérgio de Carvalho, coordenador das categorias de base da CBH, Pedro Paulo Lacerda, diretor de salto da CBH, Valdir Araujo, gerente esportivo da CBH, treinadores particulares, veterinários, familiares e torcida.

União que faz a força: Juliana com seu treinador José Roberto Reynoso Fernandez Fº, seus pais Kika e Roberto Salles e Lucinha Rivas Fernandez

Ao todo entre equipes e cavaleiros e amazonas competindo no individual 10 países estiveram representados na competição: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colombia, Costa Rica, Equador, Paraguay, Peru e Uruguay. Sul-Americano da Juventude, evento anual, é a grande base para formação das futuras equipes do Brasil em Jogos Pan-americanos, Mundiais e Olímpicos. A edição 2018 da competição da nata jovem do hipismo Sul-Americano será em Las Condes no Chile, entre 5 e 11 de novembro.

“Parabenizo os nossos atletas, pais, treinadores, veterinários, tratadores e a todos que construíram esse grande resultado. Só tenho a agradecer por fazer parte desta equipe sensacional. Mal terminou já está dando saudade. Que venha o próximo Sul Americano no Chile 2018!”, destacou Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da CBH. Veja a seguir como foram as decisões individuais nas cinco categorias.

Juliana de Almeida é prata no Sul-Americano Pré-junior e Sarah Pimenta da Costa, ouro

No domingo, 8/10, teve dobradinha verde amarela na decisão individual do Campeonato Sul Americano da Juventude – FEI Southamerican Championship, no Club Hipico Argentino, em Buenos Aires. Sagrou-se campeã a amazona de São Paulo Sarah Azevedo Pimenta da Costa que montando Gentle fechou sem faltas no obstáculos com apenas 3,04 pontos perdidos trazidos da primeira parcial (prova de velocidade).

Ouro e Prata para o Brasil na categoria Pré-junior

Já o vice-campeonato também foi da santamarense Juliana Salles Amaral de Almeida, campeã do ranking brasileiro mirim 2016, montando Bien Estelle, com 6,61 pontos perdidos, 2,61 na 1ª prova e uma falta no 1º percurso da final por equipes e duplo zero na final.

Juliana e Bien Estelle em salto perfeito no Club Hipico Argentino

Mateo Guarda com Hermes II, do Chile, foi bronze, 7,10 pp. O Sul Americano Pré-junior que teve 33 participantes e oito finalistas brasileiros. O santamarense Raphael Montesano Mari com Gicara 2 fecou em 14º lugar, 17,49 pp.

Raphael e Gicara 2 em salto perfeito

Só deu Brasil no Sul-Americano Mirim com Maithe Marino, campeã; Philip Greenlees é 8º

Na final Mirim, no sábado, 7/10, o Brasil dominou o placar. Sagrou-se campeã a amazona de São Paulo Maithe Carolina de Lima Marino com Donadoni BH que fechou o campeonato com apenas 1 ponto perdido na terceira e última prova. Em 2016, Maithe, vice-campeã brasileira mini mirim 2015 entre outros títulos, foi bronze no Internacional Pré-mirim no Sul Americano da Juventude 2016 na Hípica Paulista.

Pódio 100% brasileiro na categoria Mirim

Dos 27 conjuntos que largaram na categoria Mirim, 17 foram para final individual, entre eles, oito dos 10 brasileiros. Três conjuntos com uma falta foram ao desempate na decisão pelas medalhas de ouro e prata. E só deu Brasil. Maria Luiza da Silva Martha Vieira, a Malu, com Wonder Z, vice-campeã brasileira pré-mirim 2015 entre outras conquistas, foi prata, sem faltas em 32s33. O pernambucano Henrique Maranhão – que em 2016 foi campeão Pré-mirim no Sul Americano em São Paulo – faturou bronze montando Coral Rec Xangô, pista limpa, 33s59. O santamarense e medalhista de ouro por equipes Philip Greenlees com Premiere Avignon Z fechou em 8º lugar, 8 pp.

Philip e Premiere Avignon Z sempre competitivos

Pedro Backheuser é campeão Sul-Americano Junior 2017 e Marcelo Gozzi, 5º

Coube ao Brasil com Pedro Backheuser e Q´Pleasure de Bacon, dupla bicampeã brasileira Junior 2015/2017, o título da categoria no Sul Americano da Juventude – FEI Southamerican Championship, que também teve sua decisão no sábado, 7/10. Liderando de ponta a ponta, o carioca Pedro com Q´Pleasure de Bacon fechou os três dias do campeonato com apenas 6 pontos perdidos (pp) na 2º percurso da última prova.

Ouro e bronze para o Brasil

Dos 34 conjuntos no Sul Americano Junior, 20 largaram na final incluindo os dez representantes das duas equipes do Time Brasil. Pela Argentina, Richard Kierkegaard com Darwin D´Hyrencour foi prata, 11 pp. A decisão da medalha de bronze teve desempate entre dois brasileiros com 14 pontos perdidos. O paulista Thales de Lima Marino, campeão brasileiro mirim 2015 entre inúmeras outras conquistas, montando Princess Emily arrematou a medalha de bronze, sem faltas, 40s82. O santamarenese Marcelo Gozzi com Caprice VDL fechou na 5ª colocação, 25 pp.

Marcelinho e Caprice VDL

Felipe Ferreira é o campeão Pré-mirim no Sul Americano e Dudu Barbara, 5º

A primeira decisão do Sul Americano da Juventude – FEI Southamerican Championship foi da série Internacional extra Pré-mirim (10 a 12 anos) – 1.10 metro no sábado, 7/10. Sagrou-se campeão o cavaleiro do interior paulista Felipe de Mello Siqueira Ferreira apresentando CS Witch que garantiu mais um percurso sem faltas e no desempate voltou a zerar cravando 25s19.O vice-campeonato e a medalha de bronze foram para Argentina com Benjamin Peña Bruno e MC Linyera e Andres Giacone montando Herme Z, ambos sem faltas, 25s29 e 26s93.

Ouro para o Brasil

Dos 59 conjuntos que iniciaram a competição, 34 foram para a prova final, entre eles, oito dos dez brasileiros na categoria. Por se tratar de uma prova Internacional (e não Campeonato a exemplo das séries Mirim, Pré-junior, Junior e Young Riders), a pontuação das duas provas anteriores foi zerada. A 4ª e 5ª colocação ficou novamente com dois jovens talentos brasileiros que também não “triscaram na madeira” durante toda a competição. O cavaleiro de Itu no interior paulista Lucas Gazzola Schincariol com Camberra Ipiranga garantiu o 4º posto em 27s08 e o atual campeão brasileiro Pré-mirim.

O top santamarense Eduardo Coelho Barbara, o Dudu, apresentando Quatour de Coutol foi 5º, 27s39.

O campeão brasileiro Pré-mirim Dudu e Quatour fecharam o campeonato “sem triscar na madeira”

Camila Alvares Correa de Siqueira / Pit Bandoulin, outro conjunto do CHSA, finalizou em 13º lugar.

Camila e Pit Bandoulin

Ana Samaia, 7ª colocada, é a melhor brasileira no Sul-Americano Young Riders

Na dificil categoria Young Riders (16 a 21 anos), a 1.45 metro, última decisão individual no Sul-Americano 2017, o Brasil ficou de fora de pódio. Sagrou-se campeã a amazona do Paraguay Silvana Cabral com Toulouse 66 que fechou com 11,84 pontos perdidos, nessa que é categoria de mais alto rendimento antes da Senior Top. A amazona de São Paulo, Ana Brentani Samaia com Escadron van Koekshof em seu primeiro Sul-Americano, computou 24,35 pontos perdidos fechando na 7ª colocação entre 24 participantes.

Placar Final dos medalhistas e melhores brasileiros. Resultado completo – clique aqui.

Final Mirim
Campeã Maithe Carolina de Lima Marino / Donadoni BH – Brasil – 1 pp
Vice Maria Luiza da Silva Martha Vieira / Wonder Z – Brasil – 4 pp – 0/32s33
3º Henrique Maranhão / Coral Rec Xangô – Brasil – 4 pp – 0/33s59
5º João Marcelo Monte Santos / Vip Town – Brasil – 5 pp
7º João Pedro de Almeida Chaves / Calanthus JMen – Brasil – 7 pp
8ºE Philip Greenlees / Premiere Avignon Z – Brasil – 8 pp
12º Monique Hubner Busato / Puertas HJ Dina – Brasil – 12 pp
15º Antonio Johannpeter Cirne Lima / Charmed Guet – Brasil – 16 pp

Final Pré-junior
Campeã Sarah Azevedo Pimenta da Costa / Gentle Z – Brasil – 3,04 pp
Vice Juliana Salles Amaral de Almeida / Bien Estelle – Brasil – 6,61 pp
3º Mateo Guarda / Hermes II – Chile – 7,10 pp
4º Laura Bosquirolli Tigre / Taquin de Ferval – Brasil – 7,27 pp
5º Otaviano Vilaça / Azarro du Sartiau – Brasil – 8,49 pp
9º Lys Katherine Park Kang / Macarena Tok – Brasil – 12,18 pp
14º Raphael Montesano Mari / Gicara 2 -Brasil – 17,49 pp
17º Raphael Halaban / Dito van de Rispen – Brasil – 24,63 pp
18º Gabriel Baptista Braz / GR Helena – Brasil – 34,27 pp

Final Junior
Campeão Pedro Grandi Backheuser / Q´Pleasure de Bacon – Brasil – 6 pp
Vice Richard Kierkegaard / Darwin D´Hyrencourt – Argentina – 11 pp
3º Thales de Lima Marino / Princess Emily – Brasil – 14 pp – 0/40s82
4º Henrique Hardmann Virgolino / ADC Chablis Z – Brasil – 14 pp – 4/37s78
5º Marcelo Gozzi / Caprice VDL – Brasil – 25 pp
7º Gabriele Fontoura Berger / Calandra – Brasil – 26 pp
9º Pedro Malucelli Egoroff / Wangu Cooper – Brasil – 27 pp
11º André Fonseca Moura / Uniroyal de Thieusies – Brasil – 31 pp
13º Leonardo Parzianello Nassif / Lousiania JMen – Brasil – 41 pp
17º Maria Antonia Rosa Pereira / Cherie Premier – Brasil – 49 pp
20º Maria Fernanda Artmam Severo / Zortin Jr – Brasil – 68 pp

Final Young Riders
Campeã Silvana Cabral / Toulouse 66 – Paraguay- 11,84 pp
Vice Martina Campi / Resistire Piam – Argentina – 12,25 pp
3º Diego Alejandro Bedoya Yañez / Chicago Z – Bolívia – 15,37 pp
7º Ana Brentani Samaia / Escadron van Koekshof – Brasil – 24,35 pp
10º Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça / Diamant Z – Brasil – 33,9 pp
11º Nicolle Pantoja Margeotto / Chap Lando Z – 46,22 pp

Final Pré-mirim
Campeão Felipe de Mello Siqueira Ferreira / CS Witch – Brasil – 0 pp – 0/25s19
Vice Benjamin Peña Bruno / MC Linyera – Argentina – 0 pp – 0/25s29
3º Andres Giacone / Herme z – Argentina – 0 pp – 0/26s93
4º Lucas Gazzola Schincariol / Camberra Ipiranga – Brasil – 0 pp – 0/27s08
5º Eduardo Coelho Barbara / Quatour de Coutol – Brasil – 0 pp – 0/27s39
7º Pietra Carolina Manucci Bizzoto / Dona ML – Brasil – 0 pp – 0/28s29
13º Camila Alvares Correa de Siqueira / Pit Bandoulin – Brasil – 0 pp – 4/26s74
16º Nicole Viscellli Oazen Lua / Corlanda II JMen – Brasil – 0 pp – 4/26s74
23º Matheus Esposito Almeida Ribeiro / Goldgirl CHCP – Brasil – 4/59s98
33º Augusto Bonotto Perfeito / Busch van Het Prinsenveld – Brasil – 4/67s45

 

CHSA com Imprensa CBH ; fotos: Luis Ruas