Argentino Nahuel Salgado é o campeão do Clássico no CSI-W e CSN D´ezembro no CHSA

0
105

No sábado, 12/12, o ponto alto do Internacional e Nacional CSI-W e CSN D´ezembro no Clube Hípico de Santo Amaro foi o Clássico, a 1.45m, válido pela série Nacional. Dos 39 conjuntos, sete foram ao desempate e a vitória não ficou em casa. Sagrou-se campeão o cavaleiro argentino Nahuel Perez Salgado montando LN Eugene WP, de 11 anos, que cruzou a linha de chegada sem faltas em 38s79.

Nahuel Perez Salgado e LN Eugene WP a caminho da vitória: img: João Markun

Montando Nefertite do Arete, de apenas 7 anos, o top brasileiro Lucio Osório montando  garantiu o vice-campeonato, pista limpa, 36s63.

Lucio Osório e Nefertite do Arete em atuação perfeita

O cavaleiro paulista Juliano Loureira Carlos com WS Kandanora Z, dupla vencedora da primeira da prova a 1.40m em 10/12, abriu o desempate com o melhor tempo 36s48, mas com uma falta no último obstáculo.

Juliano e WS Kandanora Z em plena forma

“Neferite é uma égua pouco nova para o nível dessa prova e estou com ela há somente dois meses. Mas eu queria dar uma adiantada porque pretendo levá-la para os EUA no início do ano. No desempate eu tentei o que dava, mas o Nahuel foi muito rápido e mereceu ganhar. Pela experiencia que ela tem, acho que o percurso foi excelente”, disse o vice-campeão Lucio, 27, mineiro radicado em São Paulo.

Essa foi primeira participação Nahuel, 35, que mora no sul da Argentina em um concurso no Brasil. “Esse ano deu tudo certo. Eu já queria ter vindo no ano passado, mas somente agora deu certo”, destacou Nahuel. “O concurso está espetacular. Estou com essa égua há dois anos. Semana passada saltamos um GP, a 1.60m, mas essa semana decidi baixar de altura para preservá-la. Tentei fazer um percurso rápido para colocar pressão nos demais competidores. Agradeço e felicito a todos”, finalizou Nahuel. A disputa distribuiu R$ 50 mil em premiação e o campeão também levou um relógio Bulova, entregue por Israel Vasconcelos, CEO da South Swatch Group Brasil.

Nahuel satisfeito com a conquista agora retorna a Argentina

Nesse domingo, 13/12, o GP, a 1.40/1.60m, válido pela final do ranking brasileiro senior top e etapa seletiva da liga sul-americana para o Final da Copa do Mundo 2021, encerra competição a partir das 16h00. Somente José Roberto Reynoso Fernandez Filho e Marcello Ciavaglia, respectivamente, com 265,5 e 257 pontos têm chances matemáticas de conquistar o título de campeão do ranking brasileiro senior top 2020.

Os vencedores do Clássico com Camila Messias, diretora de salto do CHSA, Israel Vasconelos e sua filha Maria Clara, ao lado do anfitrião Alexandre Leonor, presidente do CHSA

Campeão Nahuel Perez Salgado / LN Eugene WP – Convidado ARG – 0/38s79
Vice Lucio Osório / Nefertite do Arete – FPH – 0/39s63
3º Juliano Loureiro Carlos / WS Kandonora Z – FPH – 4/36s48
4º Pedro Tavora de Matos / Cher do Araucaria – FPH – 4/38s60
5º José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Casillero – FPH – 4/41s60
6º Philip Greenlees / Uelem Croze – FPH – 4/41s91

CHSA com fotos: João Markun

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui