Gustavo Mourão vence Clássico na Final do Torneio de Verão; Cesinha é vice

0
47

Na grande final da 2ª Etapa do Concurso de Salto Nacional 32º Torneio de Verão no Clube Hípico de Santo Amaro, 41 conjuntos largaram no Clássico Azrael, a 1.45 metro, principal disputa da 2ª semana da competição que tradicionalmente abre a temporada oficial do hipismo em São Paulo. A boa surpresa ficou por conta do cavaleiro de Brasília Gustavo Mourão que Legendary JMen conquistou sua 1ª vitória em um Clássico. A dupla foi único conjunto a cumprir os dois percursos idealizados pelo course-designer internacional Gabriel Malfatti sem faltas.

Mourão e Legendary JMen, de 11 anos,  em salto perfeito

Conforme a regra, os 12 melhores habilitaram-se para a 2ª volta: três com percurso limpo, dois com apenas 1 ponto por excesso de tempo e sete com um derrube. Gustavo com Legendary JMen, um BH de 11 anos, fez duas apresentações perfeitas com o tempo de 59s90 na 2ª volta. O vice-campeão foi o santamerense Cesar Almeida, medalhista pan-americano, montando Chicago O, com apenas um ponto perdido na 1ª volta e pista limpa na 2ª, 59s64.

Cesinha e Chicago O

Enquanto a 3ª colocação ficou com Gabriel de Queiroz Gouveia apresentando Acarole do Refúgio, que zerou a 2ª passagem em 53s11, fechando a competição com 4 pontos no melhor tempo. Ambos representando São Paulo.

Gabriel com Acarole

Da 4ª à 6ª colocação aparecem três tops santamarenses: Rafael Ribeiro com Cali V Barrelhof Z, Guilherme Foroni e Cornet Silver Jmen e José Roberto Reynoso Fernandez com Azrael W, que foi último em pista, todos com 4 pontos (1 derrube) na soma das duas passagens em 554s48, 55s40 e 56s30.

Rafael com Cali V Barrelhof Z
Guilherme e Cornet Silver Jmen

Mourão, 40, cavaleiro amador de Brasília, tinha motivos de sobra para comemorar. “Esse foi o meu segundo Clássico na carreira. Semana passada na 1ª Etapa do Torneio de Verão chegamos em 6º lugar e hoje garantimos essa inesperada vitória. É um sonho realizado”, garantiu o campeão, que está passando um período em São Paulo e vem montando no CHSA. “É emocionante até pelo motivo que vim para São Paulo, minha neném vai passar por uma cirurgia em breve. E no furacão da nossa vida conseguir montar de vez em quando e saltar as provas aqui é fantástico. Agradeço a minha família, minha esposa, meus dois filhos, meu treinador Rafael Rodrigues do Santos e também o Neto, sem eles nada disso possível. Também agradeço ao amigo José Reynoso e ao CHSA pela acolhida, isso é muito gratificante”, destacou Mourão, destacando aqui apenas dos agradecimentos.

Gustavo e Legendary JMen na volta da vitória

Homenagem – Em 2020 na 32º edição do Torneio de Verão, a diretoria do CHSA fez uma homenagem especial ao cavalo Azrael W, craque que junto com seu cavaleiro José Roberto Reynoso Fernandez Filho está entre as mais premiadas duplas do hipismo brasileiro na atualidade. Azrael, um sela holandês de 14 anos, está aos cuidados com José Roberto desde os anos três. Desde então o conjunto contabiliza inúmeras conquistas. Somente em 2019, José Roberto e Azrael W venceram 9 GPs conquistando também o título e o ranking brasileiro senior top.

Azrael presente na cerimônia de premiação ao lado de seu tratador Leo, Zé Roberto, Kiko Mari, um dos proprietários de Azrael, e Camila Messias, diretora de salto do CHSA, com seus filhos
Campeões, familiares, amigos e dirigentes no pódio que encerrou fechou o Torneio de Verão 2020 com Alexandre Leonor, novo presidente do CHSA (camisa azul), ao centro

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui