In memorian | Copa CHSA Orlando Facada de Adestramento

0
47

Em 19 de fevereiro de 2022, o hipismo brasileiro perdeu Orlando Figueira Facada, 91 anos, considerado mestre dos mestres na modalidade Adestramento e um homem do cavalo ímpar. Em 1983, Orlando, português nascido em Nazaré e naturalizado brasileiro, integrou o Time Brasil, medalha de bronze no Pan-americano de Caracas na Venezuela, ao lado de Ileana dos Santos Diniz e José Schleder. Ocasião em que Orlando montando Premiado também conquistou o bronze individual, feito até hoje inédito em Jogos Pan-americanos.

Em 1963, já casado com Rita Gonçalves Facada, veio ao Brasil em definitivo e primeiramente se estabeleceu em Ourinhos, no interior paulista. Depois se mudou para São Paulo, onde especialmente nos anos 70, 80 e 90 formou gerações de cavaleiros e amazonas, fortes e duradouros laços de amizades, atuando como cavaleiro e treinador no Clube Hípico de Santo Amaro e Sociedade Hípica Paulista. A fama e laços de Orlando se espalham por todo o Brasil e, sem dúvida, sua partida deixou uma legião de amigos e alunos “órfãos”.

Em uma mais que justa homenagem a Copa Santo Amaro de Adestramento passa se chamar:

Copa CHSA Orlando Facada de Adestramento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 4 =