Philip Greenlees é bronze por equipes na Copa das Nações da Juventude nos EUA

0
561

No sábado, 5/3, a decisão da Copa das Nações da Juventude no Winter Equestrian Festival agitou o Palm Beach International Center, em Wellington (EUA). E, mais uma vez, os Times Brasil subiram ao pódio nas três categorias Young Riders (16 a 21 anos) e Junior (14 a 18 anos), medalha de prata, e Mirim (12 a 14 anos), bronze. A 4ª edição da Copa das Nações da Juventude que mais uma vez teve patrocínio da familia Andrade e Hollow Creek Farm contou com a participação de nove países. A armação de pista foi dos norte- americanos Steve Stephens e Ken Krome.

Philip Greenlesse, cavaleiro do CHSA e integrante do Time Brasil Mirim, com Eros B
Philip Greenlesse, cavaleiro do CHSA e integrante do Time Brasil Mirim, com Eros B

A primeira e mais disputada decisão foi da categoria Mirim com nove equipes, sendo que após a 1ª volta no Palm Beach International Equestrian Center três viraram zerados: EUA, México e Brasil. O time Mirim contou com o cavaleiro santamarense Philip Greenlees montando Eros B, pista limpa e um derrube, Otaviano Vilaça com Qaldino Infant, único com duplo zero falta, Carolina Chade com Twinkel Z, sem faltas na 1ª volta e um derrube na 2ª, e Lys Katherine Park Kang montando Capuava JMen, pista limpa no 1º percurso e dois derrubes no 2º, totalizando 8 pontos perdidos (pp). O México foi campeão, com zero pp, EUA, prata, 4 pp, e Brasil, bronze, 8 pp.

A equipe Mirim do Brasil no pódio ao lado de Caio Sérgio Carvalho, coordenador das equipes brasileiras de Salto
A equipe Mirim do Brasil no pódio ao lado de Caio Sérgio Carvalho, coordenador das equipes brasileiras de Salto

Na categoria Junior, a segunda decisão com participação de oito países, o ouro escapou por pouco: uma diferença de apenas 1 pp. Os EUA venceram com 3 pp e o Brasil foi prata, com 4 pp, seguido pela Irlanda, 17 pp. Frederico Antelo com Plantina Z fechou com cinco pontos na 1ª volta e pista limpa na 2ª, Nicolle Pantoja Margeotto com Chap Lando Z, com 2 e 5 pontos perdidos, Pedro Backheuser montando Uncle Berry, 1 e 4 pontos perdidos e Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça com Una Bella 9 que fechou a primeira rodada com somente 1 ponto perdido não largou na 2ª volta, pois o Brasil já era prata.

A equipe brasileira Junior com o medalhista olímpico Doda Miranda
A equipe brasileira Junior com o medalhista olímpico Doda Miranda

Finalmente na difícil categoria Young Riders, quatro equipes largaram na corrida pelo ouro e o resultado da 1ª volta com EUA em 1º, Brasil, em 2º e Irlanda em 3º se confirmou na 2ª e decisiva rodada. O Time Brasil – Yasmin Almendros com Piaf de Quintin, 9 e 5 pontos perdidos, Anna Victoria de Lorenzi Campelo montando Fleur de Vauxelles, pista limpa e quatro pontos, Giulia dal Canton Scampini apresentando Keep on Fighting, 4 e 5 pontos perdidos, e João Victor Castro com Quentin PJ, único com com duplo zero falta – honrou as cores verde amarela com a medalha de prata totalizando 13 pontos perdidos. Os EUA fecharam com os mesmo 1 ponto perdido da primeira volta e comemoram ouro pelo quarto ano consecutivo. A medalha de bronze ficou com a Irlanda, totalizando 15 pontos perdidos.

A equipe Young Rider do Brasil no pódio
A equipe Young Rider do Brasil no pódio ao lado do chefe de equipe e treinador Caio Sérgio de Carvalho

O treinador e cavaleiro olímpico Caio Sérgio de Carvalho, coordenador das equipes brasileiras de Salto, ao lado de Constantino Scampini, diretor das categorias de base da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) ao lado de treinadores particulares e familiares deram todo apoio a nova geração do hipismo brasileiro. O medalhista olímpico Doda Miranda, o ícone máximo do hipismo brasileiro Nelson Pessoa e Luiz Roberto Giugni, presidente da CBH, também prestigiaram os atletas.

A união faz a força
A união faz a força

Sem dúvida, o resultado da geração futuro do Brasil foi mais uma importante conquista e o ano ainda promete fortes emoções para os jovens talentos com a realização do Campeonato Sul Americano da Juventude, entre 5 e 11 de setembro, na Sociedade Hípica Paulista.

Histórico brasileiro na competição

Na categoria Junior o Brasil é bicampeão 2013 / 2014,  bronze em 2015 e prata em 2016. Na categoria Mirim, o Brasil conquistou ouro em 2013, foi prata em 2014, 2015 e agora bronze em 2016. Na série Young Riders, a equipe brasileira foi bronze em 2013 e em 2016 repetiu a prata de 2015.

Veja o placar completo das três categorias categorias

Mirim – 9 equipes

Equipe Campeã México – 0 pp

Franco Huecsa Perez / Brigitte B – 0/0
Nicole Velazco Magana / Dreamer – 0/0
José Maria Quintana Mel / Romarin de Louzes – 0/0
Luciana Gonzales Guerra / Zidde – 0/0

Vice campeã EUA – 4 pp

Ava de Caster / Campel – 0/0
Catalina Peralta / Cruz Z – 0/0
Ellie Ferrigno / Femke K – 0/4
Genevive Muson / Calahan – 0/16

3ª colocada Brasil – 8 pp

Otaviano Vilaça / Qaldino Infant – 0/0
Philip Greenlees / Eros B – 0/4
Carolina Chade 0/4
Lys Katherine Park Kang / Capuava JMen – 0/8

Junior

Campeã EUA – 3 pp

Emily Moffitt / For Sale 6 – 1/4
Kira Kerkorian / Nightfire 25 – 1/0
Brett Burlington / Bluf – 0/1
Ema Heise / Quentuck Jolly – ELM

Vice Brasil – 4 pp

Frederico Antelo / Platina Z – 5/0
Nicolle Pantoja Margeotto / Chap Lando Z – 2/5
Pedro Backheuser / Uncle Berry – 1/4
Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça / Una Bella 9 – 1/forfait

3ª colocada Irlanda – 17 pp

Jack Ryan / Mullaghdrin – 1/0
Phillip Carey / Sterlong Un Prince – 4/4
Jennifer Kuenhle / Larineta – 4/4
Conor McMahon / Casinjo EX Z – 5/8

Young Riders – 4 equipes

Campeã EUA – 1 pp

Kelli Cruciotti / Chamonix H – 1/0
Alexandra Crown / Von Cim – 0/0
Madison Goetzmann / Wrigley – 4/0
Victoria Colvin / Zidane – 0/forfait

Vice Brasil – 13 pp

Yasmin Almendros / Piaf de Quintin – 9/5//
Anna Victoria de Lorenzi Campelo / Fleur de Vauxelles – 0/4
Giulia del Canton Scampini / Keep on Fighting – 4/5
João Victor Castro / Quentin PJ – 0/0

3ª colocada Irlanda – 15 pp

Cormac Hanley / Twan – 1/1
Noelle Barry / Venturo 9 – 4/5
Paraci Kenny / Pepperpot – 4/0
Jenny Rankin / Corland´s Cheyenne – 4/9

 

Resultado completo 

 

 

CHSA com fonte: CBH – C.May e fotos: Gabriela Lutz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × cinco =